domingo, 22 de julho de 2012

Um caleidoscópio de chances!

E tudo se traduz naquele momento em que a vida explode em múltiplas novas possibilidades afetivas diante de nós.
 Isso pode ser bom, num sentido de que nos abrimos a novas possibilidades e percebemos que, a despeito de nossos apegos, há muita gente interessante no mundo. Mas também pode ser ruim, pois pode sugerir distrações indevidas e uma constante atração pela “novidade”, que termina impedindo que uma relação estável se configure – afinal, há sempre algo novo “reluzindo” e se oferecendo.
É preciso, neste momento, ter crivo crítico para saber discernir entre o que é uma boa possibilidade nova e o que é apenas uma distração que desvia você do seu foco amoroso.
A busca incessante pelo prazer pode lhe levar à devassidão, aos vícios e aos maus hábitos.
Não desperdice boas oportunidades afetivas apenas por conta de uma satisfação momentânea dos seus prazeres. Caso contrário, você curtirá o momento, mas posteriormente sentirá solidão.

terça-feira, 15 de maio de 2012




A gente só cresce caindo, e só acerta... errando!
E mesmo assim, viver é imprescíndivel.

É querer muito POUCO pra si!!!!

Ah, lembrando que:
Pouco é um advérbio. E os advérbios também tem grau de comparação.
 Nesse caso, à intensificação do advérbio pouco, com o advérbio que é muito, para  o pouco; para obter então, um grau que chamamos de absoluto analítico, por que tem duas palavras.
Logo, não é errado usar a expressão MUITO POUCO!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Mãe, Dádiva de Deus!!!


Minha mãe, hoje eu quero lhe dizer, que você é a razão do meu viver.
Com você tenho amor e proteção, segurando a minha mão, sinto a vida renascer.
Mamãe você me faz viver em paz, você me aquece com o seu calor, você traduz na vida um sentimento que é maior, você me faz acreditar no amor!!!
A todos as mamães, um feliz e abençoado dia das mães; em Especial a minha mãe, que merece tudo que há de melhor na vida!!!
Só tenho a dizer: Obrigada Mãe!!!
Obrigada por todos esses anos de dedicação, carinho, amizade e amor. Obrigada, por educar-me, por entender meus momentos de rebeldias, orgulho e teimosia, e mesmo assim continuar me amando.
Eu te amo, feliz dia das mães!!!

sábado, 12 de maio de 2012

Sobre TCC...



Mais um fim de semana super agitado na Pequena  cidade de Rondonópolis...tudo isso devido as festividades locais que acontecem nessa mesma época do ano.
Acredito que eu ja falei pra vocês, sobre o circuito Top Team Cup, festa de competição de rodeio a qual atrai um público significativo.
Mais em meio a tanta empolgação dos amigos, optei por ficar em casa esse ano   =(
Primeiro que estava com uma dor de ouvido horrorosa, segundo tenho que terminar a monografia de uma especialização, e o projeto monográfico de outra rs . Nada que não consiga dar um jeito ;)
Fala sério, passar o final de semana em casa também  tem suas vantagens, acredite!
Quero tentar produzir ao menos uns dois capítulos da monografia hoje, por que semana passada, não consegui produzir nada.  Foi  uma semana tumultuada de trabalhos, e fora que fui pra cuiabá na quinta de madrugada, tive aula na sexta a noite, sábado o dia inteiro, e somente a noite pegamos a estrada pra Rondonópolis. Vim mais a Érika, e chegamos  quase 9 horas da noite, tinha uma festa pra ir, acabei não indo, estava exausta. E ainda tive que acordar cedo pra limpar casa no domingo.

Falar de mim é fácil, vem ser eu... vem!!!  ;)

Beijos pra quem fica e um excelente final de semana!!!!
Vou estudaaaaar
;**

quinta-feira, 3 de maio de 2012

SuperMoon



Maior lua cheia do ano deve chegar neste fim de semana.

A lua vai se tornar oficialmente cheia, no sábado (5 de maio) às 11:35 p.m EDT (horário referente aos Estados Unidos). E porque a lua cheia deste mês coincide com o perigeu da Lua – a sua maior aproximação à Terra – também será a maior do ano.
A lua vai oscilar em 221,802 milhas (356,955 km) de nosso planeta, oferecendo uma vista espetacular, extra-grande e extra-brilhante, apelidada de Supermoon.
As noites de lua cheia guardam a atmosfera mais sublime e potencializada à meditação.
Aproveite a atmosfera a seu favor e use de todas as possibilidades para ir para "dentro". Fique alerta e a consciência derramada torna, de repente, a vida assim…leve, fácil e preenchida pelo agora. E uma vez que você volta para casa, qualquer lugar, qualquer situação, qualquer qualquer é o maior tesouro que um ser humano pode adquirir!

Me encantas a Lua *--*

terça-feira, 24 de abril de 2012

Sobre o Amor- Parte IV



"Contra o amor não existe guarda- chuva", pode-se dizer parafraseando João Cabral de Melo Neto-, mas adverti-los (as) dos inevitáveis perigos e das deliciosas recompensas que estão  à espera dos que, na vida, percorrem, com seus próprios pés e com seus próprios corações, caminhos ou descaminhos semelhantes.
Semelhantes, talvez; idênticos, nunca. Pois cada amor é sempre um amor como nunca houve outro igual!"
















"Fica bem aí

Que essa luz comprida

Ficou tão bonita

Em você daqui!!"

sexta-feira, 20 de abril de 2012




"Cada pedaço de mim sabe o inferno que é ser sol em noites de chuva,

ser cor nos cinzas dos edifícios,

ser luz na escuridão das manhãs.

Cada todo de ti sabe a delícia que é ser flor nas asas do vento,

ser cristal nos olhos das fadas,

ser azul no fundo do mar.

Cada suspiro de nós sabe a angústia que é ser só um na multidão dos dias,

ser muito na pobreza da esquina,

ser ninguém na roda da vida.

Enquanto isso os relógios se vão,

e veem aqueles que sabem o que é apenas ser na ausência do nada!"
(Clarice Lispector)

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Poema de Natal- Vinicius de Moraes


"Por isso precisamos velar, falar baixo, pisar leve, ver a noite dormir em silêncio. Não há muito o que dizer: Uma canção sobre um berço, um verso, talvez de amor, uma prece por quem se vai — Mas que essa hora não esqueça e por ela os nossos corações se deixem, graves e simples. Pois para isso fomos feitos: Para a esperança no milagre, para a participação da poesia, para ver a face da morte — De repente nunca mais esperaremos...
Para isso fomos feitos: Para lembrar e ser lembrados. Para chorar e fazer chorar. Para enterrar os nossos mortos — Por isso temos braços longos para os adeuses, mãos para colher o que foi dado Dedos para cavar a terra. Assim será nossa vida: Uma tarde sempre a esquecer, uma estrela a se apagar na treva, um caminho entre dois túmulos ."

sábado, 14 de abril de 2012

As alianças

Mais importante do que encontrarmos oportunidades boas é a nossa capacidade de refletir melhor a respeito das pessoas às quais nos associamos. A ideia não é você se fechar a elas, muito pelo contrário, mas é importante estar alerta e ter posições bem definidas em relação a elas.
Pensando bem, você entenderá que não é com qualquer uma que você pode ter conversas sérias, não é com qualquer uma que você pode conversar deliciosas bobagens, ou seja, cada pessoa pede um tipo de contato. Além disso, há também o ponto de que devemos ir até as pessoas sabendo o que esperar delas.
Não adianta nada imaginar que será possível encontrar sorvete num açougue. Ao invés de tentar mudar os outros, procure entender que cada pessoa tem suas peculiaridades, sua individualidade.
Ao mesmo tempo, você precisa fazer valer as suas próprias necessidades. Quer dizer: num relacionamento, cada pessoa cede um pouquinho. Quando apenas uma parte cede, não é relacionamento, é jogo de submissão.

segunda-feira, 12 de março de 2012



Olhar teus olhos de promessas fáceis e te beijar a boca de um jeito que te faça rir.

Jota Quest.

terça-feira, 6 de março de 2012


"A maior dor do vento é a de não ser colorido."
(Mario Quintana)


                                                                                   (Desenho: Antônio Rodrigues)

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Na verdade, foram poucas as pessoas que me mantiveram segura.
Foram tão poucas...as que puderam conviver com meus defeitos, com meus medos, foram sim, contaria nos dedos.
Uma pequena quantidade que na verdade, sabe o que é amor de verdade.
Que me fizeram sorrir mesmo em  momentos tristes, que me fizeram derrotar os fantasmas que me assombravam e me ajudaram a superar barreiras que me paralizavam.
E quando eu caía, e ouvia os risos, podia vê-los sempre me ajudando a levantar, e apontando qual foi o erro que me fez cair de tal forma.
Foram estes, os que me ensinaram tudo o que eu considero precioso, e me mostraram que ser quem você é a única fórmula de encontrar pessoas feitas sob medidas pra si mesmo.
Aceitar-se vai muito além de se olhar no espelho e sorrir, ou se auto-afirmar o tempo todo.
Isso eu aprendi com os que foram fiéis a mim, aos que não me abandonaram no primeiro obstáculo, nem no segundo.
E é claro que existe um lugar especial para pessoas assim!

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Ser chique é...

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas, como nos dias de hoje. A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo carro italiano.

O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.
Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.
Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.
Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.
Chique mesmo é parar na faixa e dar passagem ao pedestre e evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.
Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador. É lembrar do aniversário dos amigos.
Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.
Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor. É "desligar o radar" quando estiverem sentados à mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção à sua companhia.
Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.
Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite!
No entanto, para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos retornar ao mesmo lugar, na mesma forma de energia.
Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem. Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!

Uma grande mulher não precisa de homem para se destacar.

Homem tem medo de mulher independente! Pior ainda: Homem tem medo de mulher que BOMBA! Aí que o cara conhece uma gata, linda e com estilo nada convencional de se vestir, bebe tanto quanto ele. Se ele não quiser sair, ela sai só com as amigas, topa qualquer saída… Não tem tempo ruim, banca suas coisas. Se tiver meio sem grana, se diverte como dá. Se tiver bem de dinheiro, pode até pagar pras amiga...s. Conversa com todo mundo, conhece muita gente. Falando assim, parece bem divertido ficar com uma mulher dessa… E é! O problema é que grande parte dos homens não segura a onda de uma mulher pau-a-pau com eles, aí eles namoram a Sandy, a Sandy é fácil de namorar. Ela sai, mas não dança até o chão, ela não bebe. Nada de decotes ou mini saias. Se o namorado não quiser, ela não sai. Ficam em casa, assistindo comédias românticas… Mas quer saber? Mulher que bomba dispensa homem sem coragem! Mulher de verdade assusta! Uma grande mulher não precisa de homem para se destacar, mas para ser um grande homem com certeza precisa-se de uma grande mulher!!!
Autor Desconhecido

Aprendi e decidi


E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar...
Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.
Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.
Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.
Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.
Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de as superar.
Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido.
Deixei de me importar com quem ganha ou perde.
Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer.
Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim deixar de subir.
Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de"amigo".
Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, "o amor é uma filosofia de vida".
Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser uma tênue luz no presente.
Aprendi que de nada serve ser luz se não iluminar o caminho dos demais.
Naquele dia, decidi trocar tantas coisas...
Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade.
E desde aquele dia já não durmo para descansar...
Simplesmente durmo para sonhar.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A lição do bambu chinês

Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê nada, por

Aproximadamente 5 anos exceto lento desabrochar de um diminuto broto, a
Partir do bulbo.
Durante 5 anos , todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu,
Mas...
Uma maciça e fibrosa estrutura de raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra está sendo construída.
Então, no final do 5º ano, o bambu chinês, cresce até atingir a altura de 25 metros.

Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e, às vezes não vê nada por semanas, meses, ou anos.
Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5º ano chegará, e, com ele, virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava...
O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos, de nossos sonhos..
Em nosso trabalho, especialmente, que é um projeto fabuloso que envolve mudanças...
De comportamento, de pensamento, de cultura e de sensibilização.
Para ações devemos sempre lembrar do bambu chinês, para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão.
Tenha sempre três hábitos:
Persistência, paciência e fé, porque todos merecem alcançar os seus sonhos!!!
É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita Flexibilidade para se curvar até o chão!!!
Autor Desconhecido

Preparativos para uma morte anunciada.

Onofre, acabei de pegar teu exame. O médico disse que você vai morrer em uma semana.

Hein? O que?
Você morre terça-feira que vem, dia 25, Dia do Soldado.
Mas... que coisa horrível!
Horrível, por quê? Melhor que morrer, sei lá, no Dia do Índio, no Dia da Secretária, no Dia do Ginecologista...
Meu Deus! Vou morrer em uma semana e você me conta assim, na bucha, sem me preparar?
Deixa de ser infantil, Onofre. Você não é prato de bacalhau para eu te preparar.
Uma semana... Eu estou chocado! Se bem que...
O quê?
Quer saber? De certa forma foi bom saber logo. Assim, aproveito o tempo que resta. Vou viajar, beber e comer tudo que eu tenho direito.
Aí é que está, Onofre. Você vai ter que fazer dieta.
Dieta?
Para emagrecer. O caixão que a gente tem não é seu número. Com essa barriga, você não entra naquele ataúde de jeito nenhum. Só entra de lado. Você quer ser enterrado de lado, Onofre?
Claro que não! Mas, não dá pra trocar de caixão?
É da loja do teu primo. Fui do médico direto para lá e foi o que ele me deu. Ele só trabalha com modelagem única e a gente não tem dinheiro para comprar outro.
Mas, não é justo! Tenho que fazer regime na última semana da minha vida?
E ginástica e cooper. Talvez até balé. Só regime não vai dar conta dos 15 kg que você precisa perder. Já te matriculei numa academia.
Mas...
Outra coisa: não esquece de começar a convidar as pessoas para o velório.
Eu?
É, ué. Não é você que vai morrer? Era só o que me faltava: você é que vai morrer e eu é que tenho o trabalho.
Mais uma coisa: você vai ter que visitar a tia Augusta.
Ah, não! Visitar a tia Augusta, não! Estou brigado com ela, você sabe disso.
Vai na quinta-feira. Já marquei.
Assim não dá! Eu, pensando que ia passar uma semana boa, tranqüila, esperando para morrer... mas nada. Já vi que vai ser um inferno. E se eu não for na casa da tia Augusta?
Ela vai se sentir culpada por não ter feito as pazes antes de você morrer e vai acabar morrendo de desgosto.
E, eu com isso? Não quero saber.
Não quer saber? Acontece que está provado que uma pessoa leva, em média, uns seis meses para morrer de desgosto.
E daí?
Daí que, daqui a seis meses, é o casamento da tua filha. Se a tua tia morrer, a gente vai ter que adiar o casamento. E se a gente adiar é capaz do noivo desistir de casar. Se ele desistir, tua filha vai ficar arrasada e pode sair por aí namorando o primeiro que aparecer na frente. E o primeiro que aparecer na frente pode ser um drogado. E tua filha pode virar uma drogada. E daí para o crime e para a prostituição é um passo. E daí ela pode...
Chega! Vou visitar a tia Augusta!
Ótimo.
Que mais? O que mais você quer que eu faça nessa semana? Já está perdida mesmo...
Mais nada. Só cavar sua cova para economizar no coveiro, que está saindo pela hora da morte.
Mas..
Fala!
E se, por um acaso, eu não morrer?
Tá maluco, Onofre? Depois desse trabalhão todo? Nem pensa nisso! Esquece essa possibilidade!
É que, de repente...
De repente, uma pinóia! Vê lá, hein, Onofre? Não vai me fazer a gracinha de aparecer no teu velório vivo!

Autoria de Elisa Palatnik

Plantar amor

Plantei amor, colhi saudade.
Meu peito se desfez em dor.
Vou plantar minha saudade
Pra ver se dela nasce flor.

Teu amor foi a roseira
Que me deu flor e espinhos
Mesmo assim eu quero sempre
Ter teu beijo e teu carinho.

Eu plantei uma roseira
Durante o frio mês de agosto,
Ela cresceu e floresceu,
Deu flor que tinha seu rosto.

Medos.


"Temos medo,
Muito medo!
Medo de encarar a realidade cruel,
Dolorida.
Temos medo de olhar as pessoas.
E ver o que vai em seu rosto,
Em sua alma,
Em seu interior
Em seu coração
Em seu íntimo.
Temos medo do que os outros veem em nós.
Medo de que nos invadam.
A casa,
O coração,
O corpo,
A alma,.
Nosso ser mais íntimo.
E nos escondemos,
Esquivamos,
Fugimos.
Dos Lugares,
Das pessoas,
Da vida!!!"


"Se nunca abandonas o que é importante para ti, se te importas tanto a ponto de estares disposto a lutar para obtê-lo, asseguro-te, que tua vida estará plena de êxito. Será uma vida dura, por que a excelência não é fácil, mas valerá a pena!"

A um passarinho!


Para que vieste
Na minha janela
Meter o nariz?

Se foi por um verso
Não sou mais poeta
Ando tão feliz!
Se é para uma prosa
Não sou Anchieta
Nem venho de Assis.


Deixa-te de histórias
Some-te daqui!



Vinicius de Moraes.

Ninguém nunca se arrependeu de ESTUDAR demais ;)


Êxito e derrota são duas bandejas que retém matérias-primas diferentes, mas que nos conduzem ao mesmo legado sublime: O aprendizado!!!

As duas flores



São duas flores unidas,
São duas rosas nascidas
Talvez no mesmo arrebol,

Vivendo no mesmo galho,
Da mesma gota de orvalho,
Do mesmo raio de sol.
Unidas, bem como as penas
Das duas asas pequenas
De um passarinho do céu...

Como um casal de rolinhas,
Como a tribo de andorinhas
Da tarde no frouxo véu.
Unidas, bem como os prantos,
Que em parelha descem tantos
Das profundezas do olhar...

Como o suspiro e o desgosto,
Como as covinhas do rosto,
Como as estrelas do mar.
Unidas... Ai quem pudera
Numa eterna primavera
Viver, qual vive esta flor.

Juntar as rosas da vida
Na rama verde e florida,
Na verde rama do amor!

Castro Alves

Talvez este seja o meu maior desejo: perceber, no olhar do outro, a mais sagrada de todas as afirmações: Eu desejo que você exista!"
(Rubem Alves)

sábado, 21 de janeiro de 2012

Relacionamentos

Em um relacionamento precisa-se aprender a respeitar os gostos do outro, o respeito, a lealdade, a confiança e o companheirismo são peças fundamentais. Reflitam com essa fábula:

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos,assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente.
Mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos,justamente os que forneciam calor. E, por isso, tornaram a se afastar uns dos outros.
Voltaram a morrer congelados e precisaram fazer uma escolha: desapareceriam da face da Terra ou aceitavam os espinhos do semelhante.
Com sabedoria, decidiram voltar e ficar juntos. Aprenderam, assim, a conviver com as pequenas feridas que uma relação muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram!

MORAL DA HISTÓRIA

O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e consegue admirar suas qualidades...
Se relacionar com alguém, amar alguém é aprender a respeitar as diferenças, aprender a gostar e respeitar o gosto do outro!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

O Caderno- Pe Fábio de Melo

Eu não sei se você se recorda do seu primeiro caderno.
Eu me recordo do meu, com ele eu aprendi muita coisa. Foi nele que descobri que a experiência dos erros, ela é tão importante quanto à experiência dos acertos, por que vistos de um jeito certo, os erros, eles nos preparam para nossas vitórias e conquistas futuras. Por que não à aprendizado na vida que não passe pela experiência dos erros.
Caderno é uma metáfora da vida, quando erros cometidos eram demais eu me recordo que nossa professora nos sugeria que a gente virasse a pagina. Era um jeito interessante de descobrir a graça que há nos recomeços. Ao virar a pagina os erros cometidos deixavam de nos incomodar e a partir deles a gente seguia um pouco mais crescido. O caderno nos ensina que erros não precisam ser fontes de castigos
Erros podem ser fontes de virtudes!
Na vida é a mesma coisa.
O erro tem que esta a serviço do aprendizado.
Nenhum tem que ser fonte de culpas, de vergonhas.
Nenhum ser humano pode ser verdadeiramente grande sem que seja capaz de reconhecer os erros que cometeu na vida.
Uma coisa é a gente se arrepender do que fez, outra coisa é a gente se sentir culpado.
Culpas nos paralisam, arrependimentos não!
Eles nos lançam pra frente, nos ajuda a corrigir os erros cometidos.
Tê-los a semelhante a um caderno
Eles nos permite os erros pra que a gente aprenda pra fazer do jeito certo.
Você tem errado muito? Não importa aceite de Deus esta nova pagina de vida que tem nome de hoje
Recorde-se das lições do seu primeiro caderno, quando os erros são demais vire a pagina!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012



E se suas ações contradizem suas palavras, eu nunca vou acreditar em você!!!



quinta-feira, 5 de janeiro de 2012



Como dizia Voltaire, “Resolvi ser feliz porque é melhor para a saúde.”...

terça-feira, 3 de janeiro de 2012



Não faço amizades por conveniência, não sei rir se não estou achando graça, não atendo o telefone se não estou com vontade de conversar!

O melhor momento para ser feliz.


Um sujeito estava caindo num barranco e se agarrou às raízes de uma árvore.
No alto do barranco, havia um urso imenso querendo devorá-lo. O urso rosnava, babava e mostrava os dentes.
Embaixo, prontas para engoli-lo quando caísse, estavam nada menos que seis onças. As onças embaixo, o urso em cima... Sentindo-se perdido, o homem olhou para o lado e viu um morango vermelho, lindo.
Num esforço supremo, sustentou-se apenas com a mão direita e com a esquerda pegou o morango. Então levou-o à boca e deliciou-se com o sabor doce e suculento da fruta.
Foi um prazer supremo comer aquele morango!
Aí você pergunta: "Mas e o urso?". Ora, dane-se o urso e coma o morango!
"E as onças?" Esqueça as onças e coma o morango!
 Sempre existirão ursos querendo nos devorar a cabeça e onças prontas para arrancar nossos pés. Ainda assim, precisamos saber sempre comer morangos!
 Você pode dizer "Mas eu tenho tantos problemas para resolver...!" Os problemas, no entanto, não impedem ninguém de ser feliz, não deixe que ele escape, Coma o morango!
 Pode não haver outra oportunidade como essa. Saboreie os bons momentos. Não os deixe para depois. O melhor momento para ser mais produtivo e mais feliz é agora! ;)
Autor Desconhecido

Não estrague o seu dia com coisas tão pequenas.

É muito difícil lidar com pessoas que nunca estão de bem com a vida. Portanto, não deixe que coisas insignificantes lhe tirem o bom humor. Coisas pequenas, pelas quais não vale a pena se incomodar.
Outro dia, li que na região do Colorado, nos Estados Unidos, existem ruínas de uma árvore gigantesca.
Os naturalistas afirmam que a imensa árvore permaneceu em pé durante quatrocentos anos. Ao longo de sua vida, foi atingida inúmeras vezes por raios e temporais, repetidamente.
A árvore resistiu a todas as adversidades. Até que um dia um exército de insetos a atacou e derrubou.
Um gigante da floresta que por séculos sobreviveu a raios e temporais acabou caindo diante de insetos tão pequenos que um homem pode esmagá-los entre um dedo e outro.
Que coisa! Resistir tanto a raios e trovoadas e acabar sendo derrotada por insetos minúsculos.
Tome muito cuidado com as coisas pequenas, pois elas podem acabar destruindo o seu dia e também o humor daqueles com os quais você convive, prejudicando muito a sua qualidade de vida!!!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

A história da Vaquinha :)

Jamais esquecida  a história da Vaquinha que o professor Clemente (de matemática), certa vez levou para a reflexão de nós alunos, quando eu ainda estava na sétima série do ensino fundamental. Hoje, lembrei-me, e decidi dividi-lá com vcs, espero que gostem!!

 Um Mestre da sabedoria passeava por uma floresta com seu jovem discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre, e resolveu fazer uma breve visita.
Durante o percurso ele falou ao aprendiz sobre a importância das visitas e das oportunidades de aprendizado que temos, também com as pessoas que mal conhecemos.
Chegando ao sítio constatou a pobreza do lugar, sem acabamento, casa de madeira e os moradores, um casal e três filhos, vestidos com roupas sujas e rasgadas. Aproximou-se do senhor, que parecia ser o pai daquela família, e perguntou: "Neste lugar não há sinais de pontos de comércio, nem de trabalho. Como vocês sobrevivem"?
Calmamente veio a resposta:
"Meu senhor, temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte nós vendemos ou trocamos na cidade mais próxima por outros gêneros de alimentos. Com a outra parte fazemos queijo, coalhada, etc., para o nosso consumo... e assim vamos sobrevivendo".
O Mestre agradeceu a informação, contemplou o lugar por uns momentos, despediu-se e foi embora. No meio do caminho, em tom grave, ordenou ao seu fiel discípulo:
"Pegue a vaquinha, leve-a até o precipício e empurre-a lá para baixo".
Em pânico, o jovem ponderou ao Mestre que a vaquinha era o único meio de sobrevivência daquela família. Percebendo o silêncio do Mestre, sentiu-se obrigado a cumprir a ordem. Assim, empurrou a vaquinha morro abaixo, vendo-a morrer.
Essa cena ficou marcada na memória do jovem durante alguns anos. Certo dia, ele decidiu largar tudo o que aprendera e voltar ao mesmo lugar para contar tudo àquela família, pedir perdão e ajudá-los.
Quando se aproximava, avistou um sítio muito bonito todo murado, com árvores floridas, carro na garagem e algumas crianças brincando no jardim. Ficou desesperado imaginando que aquela humilde família tivera que vender o sítio para sobreviver.
Apertou o passo e ao chegar lá foi recebido por um caseiro simpático, a quem perguntou sobre a família que ali morou há alguns anos.
"Continuam morando aqui", respondeu rapidamente o caseiro.
Surpreso, ele entrou correndo na casa e viu que era efetivamente a mesma família que visitara antes com o Mestre. Depois de elogiar o local, dirigiu-se ao senhor que era o dono da vaquinha que havia morrido:
- "Como o senhor conseguiu melhorar este sítio e ficar tão bem de vida"?
A resposta veio com entusiasmo:
- "Tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Daí em diante tivemos que aprender a fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que tínhamos".
E completou feliz:
- "Assim, conseguimos conquistar o sucesso que seus olhos vêem agora"!

Moral desta história:
Todos nós temos uma “vaquinha”, que nos dá as coisas básicas para sobreviver, mas que nos obriga a conviver com uma cega rotina.
Identifique a sua “vaquinha”. Depois, aproveite o inicio deste ano para empurrar sua “vaquinha” morro abaixo!!! (Acho que to precisando ser empurrada morro abaixo da minha família kkkkkkkk)


Há tantas pessoas lá fora que irão te dizer que você não consegue. O que você deve fazer é virar para elas e dizer: Me observe! ;)

Viver como as flores!


Mestre, como faço para não me aborrecer, com as pessoas? Algumas falam demais, falam de nossa vidas, gostam de fazer intriga, fofoca, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Fico magoado com as que mentirosas. Sofro com as que caluniam".
- "Pois viva como as flores!", advertiu o mestre.
- "Como é viver como as flores?" Perguntou o discípulo.
- "Repare nestas flores", continuou o mestre, apontando lírios que cresciam no jardim.
"Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas.
 É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora. Isso é viver como as flores."

Pessoas lindas e abençoadas, desejo que vocês vivam como as flores, extraindo somente o bem do que a vida lhes oferecem

Boa noite e uma maravilhosa semana pra todos!
Beijos :*

domingo, 1 de janeiro de 2012

Cuidas de Mim- Padre Fábio de Melo e Olívia Ferreira


Senhor,

Tu és o Bom Pastor.

Eu sou a Tua ovelha.

Em alguns dias, estou suja;

Em outros estou doente.

Em alguns dias, me escondo;

Em outros, me revelo.

Sou uma ovelha ora mansa, ora agitada.

Sou uma ovelha ora perdida, ora reconhecida.

Eu sou Tua ovelha, Senhor.

Eu conheço a Tua voz.

É que às vezes a surdez toma conta de mim.

Eu sou Tua ovelha, Senhor.

Não permita que eu me perca,

que eu me desvie do Teu rebanho.

Mas se eu me perder, eu Te peço, Senhor,

Vem me encontrar!
Padre Marcelo Rossi