domingo, 22 de julho de 2012

Um caleidoscópio de chances!

E tudo se traduz naquele momento em que a vida explode em múltiplas novas possibilidades afetivas diante de nós.
 Isso pode ser bom, num sentido de que nos abrimos a novas possibilidades e percebemos que, a despeito de nossos apegos, há muita gente interessante no mundo. Mas também pode ser ruim, pois pode sugerir distrações indevidas e uma constante atração pela “novidade”, que termina impedindo que uma relação estável se configure – afinal, há sempre algo novo “reluzindo” e se oferecendo.
É preciso, neste momento, ter crivo crítico para saber discernir entre o que é uma boa possibilidade nova e o que é apenas uma distração que desvia você do seu foco amoroso.
A busca incessante pelo prazer pode lhe levar à devassidão, aos vícios e aos maus hábitos.
Não desperdice boas oportunidades afetivas apenas por conta de uma satisfação momentânea dos seus prazeres. Caso contrário, você curtirá o momento, mas posteriormente sentirá solidão.

Nenhum comentário: